Pugilista morre aos 28 anos depois de combate que treinador suplicara para terminar


No passado dia 23, terça-feira, o pugilista russo Maxim Dadashev, de apenas 28 anos, morreu depois de um combate que o seu treinador suplicara para terminar.

O pugilista sofreu graves danos cerebrais durante o combate contra Subriel Matias. O russo perdeu o combate no 11º assalto, quando Buddy McGirt, treinador, atirou a toalha ao chão.

Já antes o treinador tinha suplicado ao pugilista para deixar que ele terminasse o combate.

Logo depois do combate, o pugilista russo foi internado, submetido a uma cirurgia de urgência, e depois induzido em coma. Mas o jovem não resistiu.

Fechar Anúncio E Ver Vídeo ×